Escola de Samba

Carnaval 2009

Carnaval 2009

 

Sinopse do Enredo de 2009

 
Pérolas do Samba a Dá Que Falar
25 anos de história e garra

Vamos apresentar um breve historial da nossa Escola de Samba.Sesimbra, como sabemos,é a única terra portuguesa que tem a estruturado carnaval brasileiro, mas especificamente carioca.Apesar da pequena população,existem 5 Escolas de Samba e 3 GruposCarnavalescos.O"burburinho" do carnaval a partir de Dezembro é impressionante.Aemoção e a entrega são incríveis. Por quê? Ninguém sabe...Só se sabe éque há muito tempo atrás apareceu um bloco de carnavalchamado"Cheirinhos da Fossa",e partir daí Sesimbra nunca mais parou...


Abaixo,um trecho retirado do site http://www.c.carnaarnaarnavvvalsesimbralsesimbralsesimbra.ca.ca.com/2007/defaultom/2007/defaultom/2007/default.html.html.html.htmlsobre a história doCarnaval de Sesimbra:"...O Carnaval como nós o encaramos hoje, e segundo uma perspectiva cristã,é um tempo que permite o divertimento licencioso e folgazão de todosos grupos sociais...Carnaval também é sinónimo de Entrudo,tendo sido registrado porD.Afonso III em 1252,"Entrudo" que deriva do latim"introitu", querdizer,começo ...é portanto o introito à Quaresma Cristã,sentido que se sobrepôs ´àsfestividades pagãs que assinalavam o início de um novo cicloagrário."in"As escolas de Samba no Carnaval de Sesimbra",CMS 1997.

Avivência do Carnaval tem uma grande tradição em Sesimbra,quer nas maispequenas manifestações populares de índole satírica comoas"cegadas"e"cavalhadas",quer nos bailes nocturnos que váriascolectividades organizaram desde finais do séc.XIX,levando para asruas centenas de pessoas que se fantasiam de acordo com o seu gosto eimaginação.Após o 25 de Abril alguns dos grupos que frequentavam os bailescomeçaram a organizar-se e surgiram as primeiras Escolas de Samba quedesfilavam na avenida na terça-feira Gorda.Desde então,todo o trabalho à volta das Escolas de Samba foi evoluindo e estes grupos tornaram-seem associações de índole não só cultural como social.O trabalho éfeito ao longo do ano.As fantasias que vestem no desfile têm umahistória,têm um moroso trabalho por detrás.Depois de escolhido o tema,há toda uma pesquisa rigorosa para que nada falhe.Por isso,como dizem os elementos das Escolas "descansamos na quarta-feira,após o Carnaval e um dia depois começamos a pensar e a trabalhar parao ano seguinte".O papel social que têm exercido é também premente.São centenas de jovens que encontram na Escola de Samba o seu ponto deencontro e aprendem música,dança e a experiência de vida dos maisvelhos.Actualmente as Escolas desfilam no domingo e na terça-feira levandopara a avenida (no total das Escolas e Grupos) cerca de 1500 elementos.No entanto, o programa de Carnaval é mais extenso: começa com osdesfiles dos Estabelecimentos de Ensino do concelho, na 6ªfeira, nosábado sai para a rua o grupo feminino"Tripa Mijona" e nasegunda-feira,o Desfile de Palhaços – enche a vila de cor e alegria.Na quarta-feira de cinzas,o enterro do Bacalhau assinala o culminar doperíodo de folia.

Durante estes dias, as Cegadas percorrem algumas dasaldeias com a sua crítica satírica sempre bem ensaiada. Sesimbra viveo Carnaval 24 horas por dia,com alegria,cor,muita animação e com umaarte de bem receber que atrai milhares de turistas todos os anos.


É aqui que está a Escola de Samba mais antiga de Portugal:"GRES Botano Rego",que fez em 2001,bodasde prata. Nós aparecemos com o nome "Pérolas do Samba" em 1984.Uma escola familiar, pequena e com algumas dificuldades.Assim foi até 1997, quando mudou a presidência da Escola para umaprofissional de música:Profª Teresa Cláudio. Uma das poucas (senão a única), directoras debateria do mundo,de nacionalidade portuguesa. A Escola de Samba deu uma reviravolta,entraram novos elementos, e passou a ser lembrada pela sua baterianota 10.A única escola de Sesimbra com um toque brasileiro na sua bateria. A garra, oswing, a marcação de surdo e contra-surdo fizeram a diferença...Foram dois anos espectaculares: 1998 e 1999.Em 2000, mudamos o nosso nome para: GRES DÁ QUE FALAR.Aconteceram alguns problemas internos e tivemos dois anos seguidos complicados:2000 e 2001. Houve uma alteração na Presidência, ficamos comalguns problemas financeiros, mas conseguimos dar a volta por cima.Em 2002 conseguimos recuperar muitos elementos,saimos com um enredoorganizado (Da Uva ao Vinho), a bateria no seu melhor, e conseguimosum bom desfile.A partir daí, passamos por altos e baixos como qualquer Escola de Samba,mas sempre com muita garra e entrega.Temos um número de elementos durante o carnaval que varia entre 100 e150 desfilantes normalmente, tendo em alguns anos chegado a 200pessoas.


A seguir os nossos enredos mais importantes:

1998 – As Pérolas em mares nunca dantes navegados

1999 – E o Brasil descobriu Portugal…

2000 – E o lixo do Século... Para onde vai?

2001 – Dá que Falar

2002 – Da Uva ao Vinho

2003 – Carnaval Baiano, e vai rolar a festa…

2004 – Esta é a minha Escola!

2005 – Carmen Miranda - Portuguesa de nascimento, Brasileira de coração

2006 – Martinho das duas Vilas

2007 – A Fauna e a Flora brasileira

2008 – 100 anos de Imigração Japonesa no Brasil

 

Roteiro do Desfile - 2009

 
Este ano fazemos 25 anos!

Vamos fazer um desfile representando os nossos melhores anos,com as Alas divididas da seguinte maneira:


COMISSÃO DE FRENTE – Retrospectiva
ALA MISTA I – Pérolas do Samba
PASSISTAS - Luxo
PORTA-BANDEIRA E MESTRE SALA - Dá Que Falar
ALA MISTA II - Notas Musicais
CANTORES – Espectáculos de Gala
BATERIA - O Coração do Samba
DESTAQUES
PORTA-BANDEIRA E MESTRE SALA II - Pérolas do Samba
BAIANAS - 25 anos de Carnaval

Procurar no site

Contacto

GRES Dá Que Falar Maria José - 96. 442 58 32
Filipe Almeida - 96. 362 50 25